Total de visualizações de página

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Novela Feijão Maravilha - 1979 - Especial


NOVELA DE
BRÁULIO PEDROSO
LUCÉLIA SANTOS - Eliana
STEPAN NERCESSIAN - Anselmo
MARIA CLÁUDIA - Bibinha (Abigail Andrade)
PARTICIPAÇÃO ESPECIAL
MARCO NANINI - Jorginho
ELISÂNGELA - Adelaide
JOSÉ LEWGOY - Ambrósio
MAURO MENDONÇA - Mr. Ziegfield
CLARICE PIOVESAN - Marilyn Meyer
FELIPE CARONE - Formoso
MARCELO PICCHI - Miró
HELOÍSA HELENA - Maggie (Margarida Andrade)
GRACINDA FREIRE - Antonieta
MARA RÚBIA - Dona Fifi de Queiroz
BRANDÃO FILHO - Seu Prudêncio
HELOÍSA MILET - Carolina
MARIA CRISTINA NUNES - Rosana
ENIO SANTOS - Professor Giacometti
ATORES CONVIDADOS
GRANDE OTHELO – Benevides
OLNEY CAZARRÉ - Oscar
ELIANA MACEDO - Leonor
ADELAIDE CHIOZZO - Soraya
IVON CURI - Príncipe Rachid
CAZARRÉ – Neném Minhoca
WALTER D'ÁVILA - Scarface
ROBERTO FAISSAL – Andrade
PARTICIPAÇÃO ESPECIAL
ANSELMO DUARTE - TrindadeDIREÇÃO GERAL
PAULO UBIRATAN
Elenco de apoio
MÁRIO CARDOSO - Ivan
DULCE CONFORTO - Denise
JOSEPHINE HELENE - Zuzu
IVAN SETTA - Coruja
ERICO VIDAL - Horácio
TOMIL - Milton
CLAUDIO SAVIETTO - Odara

Apresentada às 19h de de 19 de março a 04 de agosto de 1979
Reapresentada no Vale a Pena Ver de Novo entre 6 de janeiro e 4 de abril de 1986.
IBOPE: 51 pontos
Vinheta de abertura::

O PRETO QUE SATISFAZ – As Frenéticas
Dez entre dez brasileiros preferem feijão
Famoso Pretão Maravilha
Faz mais feliz a mamãe, o papai
O filhinho e a filha
Fonte: www.teledramaturgia.com.br
A história se passa no Hotel Internacional no Rio de Janeiro. A recepcionista Eliana (Lucélia Santos) e o empresário trambiqueiro Anselmo (Stepan Nercessian) se envolvem em inúmeras confusões com os amigos e também funcionários do hotel, Benevides (Grande Otelo) e Oscar (Olney Cazarré). Eliana é completamente apaixonada por Anselmo, mas o empresário não percebe de jeito nenhum o amor da recepcionista.
Benevides
Em Feijão Maravilha, o ator José Lewgoy voltou a fazer o papel de um vilão, como na época dos filmes de que ele participou na Atlântida.

Ambrósio
O mafioso Ambrósio (José Lewgoy) é hóspede do hotel e está sempre acompanhado da atriz Marilyn Meyer (Clarice Piovesan), que sonha em ser estrela de Hollywood. O mafioso, na verdade, tenta esconder de todos que trabalha para o misterioso Sombra.
Marilyn Meyer
Outros hóspedes do hotel são a respeitável senhora Fifi de Queiroz (Mara Rúbia), o empresário artístico norte-americano Mr. Ziegfeld (Mauro Mendonça) e o príncipe árabe Rashid (Ivon Curi), que vem ao Brasil para contratar o jogador Zico. O hotel também abriga os membros perigosos e desastrados da quadrilha de contrabandistas: Neném Minhoca (Older Cazarré), Scarface (Walter D’Ávila), Coruja (Ivan Setta) e Formoso (Felipe Carone).
Mr. Ziegfield
Scarface
Coruja, Formoso e Neném Minhoca
Neném Minhoca e Formoso

Os jogadores de futebol Zico e Sócrates fizeram participações especiais na novela. Eles contracenaram com os atores Grande Otelo e Olney Cazarré, cujos personagens tentavam de todas as formas impedir que ele fosse transferido para o futebol árabe.
Trilha Sonora Nacional
.
01. MEUS MOMENTOS - Marizinha (tema de Eliana)
02. NADA IMPORTA - Robson Jorge (tema de Jorginho)
03. SAMBA RUBRO NEGRO - João Nogueira
04. SEU MELHOR AMIGO - Guilherme Lamounier (tema de Miró)
05. O PRETO QUE SATISFAZ - Frenéticas (tema de abertura)
06. TIC-TAC DO MEU CORAÇÃO - Ney Matogrosso (tema de Fifi)
07. A VOZ DO MORRO - Luiz Melodia (tema de Benevides)
08. BELO SENTIMENTO - Sônia Burnier (tema de Bibinha)
09. JOGO SUJO - Peninha
10. SAPATEADO - Ronaldo Resedá
11. SMILE - Lincoln Olivetti (tema de Eliana e Anselmo)
Sonoplastia: Nestor de Almeida
Pesquisa de Repertório: Arnaldo Schneider
Produção Musical: Wálter D'Avilla Filho
Direção de Produção: Guto Graça Mello
Trilha Sonora Internacional
.
http://www.4shared.com/file/yhzrnOK8/1979_-_Feijo_Maravilha_Interna.html
01. IN THE NAVY - Village People
02. (OUR LOVE) DON'T THROW IT ALL AWAY - Andy Gibb (tema de Bibinha)
03. MY LIFE - Billy Joel
04. LIES - Chrystian (tema de Jorginho)
05. WHAT A FOOL BELIEVES - Doobie Brothers
06. BRIDGE OVER TROUBLED WATER - Mary McCann
07. CUBA - Gibson Brothers
08. I WANT YOUR LOVE - Chic (tema de Adelaide)
09. SMILE - Harpo (tema de Eliana e Anselmo)
10. I (WHO HAVE NOTHING) - Sylvester (tema de Marilyn)
11. GIRL I'VE GOT NEWS FOR YOU - Casanova (tema de Eliana)
12. ONCE UPON A MAN - Morris Albert (tema de Miró)
13. I GOT MY MIND MADE UP - Instant Funk
14. ONE MORE MINUTE - Saint Tropez



Depoimento de Lucélia Santos – FEIJÃO MARAVILHA
A atriz Lucélia Santos fala da novela "Feijão Maravilha" e de sua personagem, Eliana
Marilyn Meyer, interpretada pela atriz Clarisse Piovezan, e também da turma da Eliana (Lucélia Santos),composta por Anselmo (Stepan Nercessian),Jorginho (Marco Nanini),Adelaide (Elizangela),Miró (Marcerlo Picchi) e 0dara (Claudio Savietto)...
Os bandidos era o maior barato reuniram Walter D´vila,Ivan Seta ,Cazarré
Tinha a dupla atrapalhada Grande otelo e Oldey Cazarre (o corintiano da escolinha ), e a Josephine Elena mulher do Grande Otelo no nucleo.
Adelaide e Miró falam do futuro .
Adelaide (Elizângela) e Miró (Marcello Picchi) estão sentados no sofá da casa dela, fazendo planos. Miró está preocupado pois está morando de favor no apartamento do amigo Jorginho (Marco Nanini) e vive tentando fugir de Prudêncio (Brandão Filho), pai de Jorginho. Soraya (Adelaide Chiozzo), a mãe da moça, passa de saída. Ela não concorda e não aceita o namoro dos dois. Miró é um rapaz de origem humilde, sem ambição e de passado nebuloso. Adelaide é ambiciosa, quer fazer carreira e também quer, a todo custo, participar do show estrelado por Marilyn Meyer (Clarice Piovesan), na boate do Hotel Internacional.
Bibinha evita conversar com os pais, que lhe cobram.
http://www.youtube.com/watch?v=Ruvn-apo_5c&feature=related
Para ajudar Anselmo (Stepan Nercessian) a pagar uma dívida que aumentava cada vez mais, Bibinha (Maria Cláudia) vende o seu automóvel, um Mercedes-Benz. O carro fora dado pelo pai, Andrade (magistralmente interpretado pelo saudoso Roberto Faissal, um dos maiores nomes das radionovelas, que estreava em teledramaturgia nesta novela), que lhe toma satisfações.
Luis Carlos Maciel visita Bibinha .
http://www.youtube.com/watch?v=_lUE2ktH34w
O jovem Luis Carlos (Luis Carlos Maciel, como ele mesmo) está interessado em Bibinha (Maria Cláudia). Ele vai visitá-la e os pais da moça o recebem radiantes, pois o consideravam um bom partido para a filha, e fazem as honras da casa. Maggie (Heloísa Helena) vai chamar a filha mas na a encontra em seu quarto, deixando Andrade (Roberto Faissal) verdadeiramente constrangido.
Um bracelete de Dona Fifi (Mara Rúbia) sumiu e isso poderia sujar a reputação do Hotel Internacional. Eliana (Lucélia Santos), com seu jeito meigo e doce, conseguiu negociar com Fifi um prazo de três dias para encontrar o bracelete. Quem encontra o bracelete é Oscar (Olney Cazarré) e Benevides (Grande Otelo) e, ao que tudo tudo indica, foi uma armação de Ambrósio.
Eliana está suspirando, pensando no amado Anselmo,m quanto Fifi chega nela, toda carinhosa. Quando fora negociar o prazo, Eliana cativou Fifi e a senhora passa a ter um afeto grande por ela.
a Lucelia Santo no auge de sua carreira,pos isaura
DEPOIMENTOS AO MEMÓRIA GLOBO:
Memória Globo: Fale um pouco sobre Feijão maravilha, de 1979. 
MAURO MENDONÇA: Artur da Távola dizia que Mr. Ziegfeld, de Feijão maravilha, era o meu melhor personagem. Eu usava um cabelo meio batidinho na frente e falava tudo com sotaque, porque o personagem era americano. Foi uma das primeiras novela dirigida por Paulo Ubiratan, e a proposta dele era: “Vamos brincar de fazer chanchada da Atlântida”. O elenco tinha muitos atores que haviam trabalhado na Atlântida: José Lewgoy, Mara Rúbia, Grande Otelo. E todos assumiram o compromisso de brincar de fazer chanchada na Globo. Então, eu também tratei de chanchar. Meu Mr. Ziegfeld era um americano chanchado. Lembro que fiz um merchandising da Seiko. Aliás, não era merchandising, era propaganda mesmo, porque toda hora eu falava: “Minha Seiko, que horas são? Minha Seiko diz que...”. Eu gostei de fazer esse personagem e de trabalhar com Paulo Ubiratan. Acho que fui feliz no resultado. Não o considero meu melhor trabalho em televisão, mas foi um dos melhores, junto com Dom Braz, na primeira e na segunda versão de A muralha. Também considero O espigão inesquecível, e gosto muito do meu personagem em Dancin’ days.
Mais recentemente, teve o coronel Justino, da segunda versão de Cabocla, que era da peste. Eu gostava muito de contracenar com Tony Ramos, o coronel Boanerges. Nós brincávamos, criávamos, inventávamos, jogávamos a peteca um para o outro. Foi uma convivência artística e pessoal muito boa. Aliás, foi uma das minhas novelas mais felizes em relação à harmonia do elenco. Quando acabou, deu um vazio em todo mundo. Sempre que nos encontramos – técnicos, atores, figurinistas, diretores –, relembramos os bons momentos que tivemos. Também gostei de fazer Paul Bullock em Bang bang, apesar de ter sofrido um bocado, porque era verão e a roupa era de veludo cotelê, com refletor em cima e calor de 41ºC. Eu trocava de camisa umas três vezes por dia. Gravei muito. Em praticamente todos os capítulos, eu estava lá, aprontando, e acho que o resultado pessoal foi muito bom.

Texto e foto: www.memoriaglobo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário